Só leia este artigo se você não precisa de terapia

35 0
Deixa eu adivinhar: você acha que não precisa de terapia porque acha que é para desequilibrados, “doidos”, para pessoas que não tem amigos para conversar, para alguém que precisar pagar para ouvir conselhos… Ou ainda acha que os problemas de ordem emocional vão melhorar espontaneamente, que são frescuras ou bobagens que podem até atingir a todos, mas só os fracos precisam de ajuda profissional. Será mesmo?
Em nosso dia a dia, encontramos muitas situações difíceis, onde nos sentimos desconfortáveis. As mais comuns são: o trânsito, as obrigações, o trabalho, convivência, saúde, contas a pagar, o que comer ou não comer, cuidados com a família, resolver algo que pode terminar em discussão ou briga, administrar a diversão. Resumindo, todo mundo passa por períodos de estresse, tristeza, luto e conflito.
E, se todo mundo fica nervoso, triste ou ansioso, pense o quão intenso e frequente isso acontece com você e o quanto o incomodam essas situações. Para lhe ajudar, permita-se lembrar de suas reações diante dessas circunstâncias:
– Quando você tem uma obrigação a cumprir ou uma importante reunião de trabalho, você sente ansiedade e angústia, e fica horas e horas na Internet / Netflix, até o momento que não dá mais para adiar?
– Precisa de bebida, cigarro ou comer muito para conseguir lidar com pessoas ou o estresse do seu dia a dia?
– O trânsito ou outras situações te deixam irritado, quase fora de si?
– Seus amigos/familiares dizem que estão preocupados com você?
– Seus relacionamentos estão desgastados? Chora com frequência?
– Tem dores constantes?
– Não sente mais prazer naquilo que gostava?
– Está rendendo menos no trabalho? Precisa de remédio para dormir?
Se alguma dessas questões lhe soa familiar, talvez você deva reconsiderar a terapia. Analise qual é o ponto em que você vai decidir que “não dá mais” e vai abandonar essa “carreira solo”. A busca de apoio psicológico para o cuidado da sua saúde emocional é muito importante. Desculpas como: porque eu me importaria com isso(?) ou, porque eu me daria ao trabalho de melhorar a mim mesmo(?), somente atrasam o seu primeiro passo.
Melhorar a si mesmo é uma tarefa difícil, assim como a maioria das coisas na vida. E como todas coisas fatigantes, você terá que lidar com situações que são desagradáveis e que há anos vem fugindo. Para conseguir ir em direção ao que deseja é preciso caminhar, mesmo que o trajeto seja lento e penoso. O mais importante é dar o primeiro passo e continuar, sem pressa e sem pausa.
Você espera que a vida melhore, mas o que você tem feito para criar essa melhoria?

Related Post