Alinhadores Ortodônticos: O que são? E para que servem?

109 0

m o surgimento no mercado dos alinhadores ortodônticos, ou também, como são conhecidos, os “aparelhos invisíveis”.

A estética, conforto e eficiência destes dispositivos são algumas das características intrínsecas deste sistema de aparelhos, que se utiliza somente de placas transparentes. Elas corrigem os dentes de forma progressiva, rápida e eficiente, com resultados visíveis desde o uso dos primeiros alinhadores, diferente da ortodontia convencional que faz uso de fios e bráquetes ortodônticos para aplicar força diretamente aos dentes e induzir a movimentação dentária. Embora, ainda hoje, os resultados deste tipo de técnica sejam inegáveis, o seu desconforto também o é.

Na tentativa de minimizar o problema estético do paciente, surgiram no mercado os bráquetes estéticos como uma alternativa ao tratamento convencional, embora ainda esbarrassem no desconforto físico, além de alterações na fala, na rotina e na alimentação dos pacientes.

É aí que surgem os alinhadores ortodônticos, com o intuito de revolucionar a estética no tratamento. Embora a literatura relate o surgimento deste dispositivo na década de 1940, eles estão realmente disponíveis no mercado há cerca de 10 anos e são considerados hoje, o futuro da ortodontia. O sistema alia estética e excelentes resultados funcionais para os diversos casos de maloclusões (cerca de 93%).

 

Todo o processo se inicia com uma moldagem de precisão, que será digitalizada e submetida a um software de última geração para análise e planejamento individual de cada caso.

Por isso, é imprescindível que o diagnóstico, planejamento e acompanhamento sejam feitos pelo ortodontista de sua confiança, para que se obtenha o melhor resultado com o uso deste sistema.

Related Post